segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Quando o pai não desiste do filho...

Há pais que são MAIS que pais...

(Este vídeo NÃO precisa de legendas para ser compreendido...)

7 comentários:

  1. Muito lindo. Gostaria de copiar, mas não estou conseguindo...

    ResponderExcluir
  2. Como pai, estou passando por uma situação semelhante. Me vi exatamente como pai deste video. Graças a Deus, nao chegou a este final. Estou tentanto me aproximar e o meu filho tbem. Não consegui descobri qual o rancor que ficou. Sei que durante o seu crescimento, entre 9 a 13 anos, se afastamos e agora aos 16 estou pagando por isso. Muito dificil. Me vi na situacao deste pai. Sei que uma familia precisa de estrutura de educação, familia unida e religião. Nos apegamos a amigos e padrinhos, para voltar a ser uma familia. Este video é muito comovente se olharmos de fora.

    ResponderExcluir
  3. Precisou uma desgraça recair sobre a cabeça deles para valorizarem um ao outro??? Para o jovem reconhecer que o pai só desejava o melhor para ele e que o jovem tem sua cota de irresponsabilidade nata?? O vídeo é legal, mas creio que situações não deveriam chegar a esse ponto, bastava apenas o DIÁLOGO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema do filho do vídeo é que pensava igualmente a você: Dono da razão, que nunca errava. A vida é cheia de surpresas... E somos pecadores, mesmo com maturidade, sempre erramos e sempre é tempo de pedirmos perdão e de recomeçarmos. Com Deus tudo de bom é possível!

      Excluir
  4. E quando acontece ao contrário??? o filho não desiste do pai??? aconteceu na minha família. Pai assaltante ligado a uma poderosa facção criminosa de São Paulo, matou um policial e estava jurado de morte! Num patrulhamento da ROTA ele foi alvejado várias vezes e ficou paraplégico. Foi para prisão e anos depois saiu em condicional. Os seus 2 filhos pagaram dois Advogados, o fizeram andar novamente, aprendeu nova profissão e montou uma empresa de entrega de águas. Hoje ele é um homem rico e abastado.

    ResponderExcluir
  5. Caro anônimo.

    A sua narrativa tem um sentido amplo se pudéssemos aplica-la na atual política (partidária) brasileira. Já pensou na relação harmônica do(a) eleitor(a) (pai/mãe) e o(a) eleito(a) (filho/filha) para trilharem o caminho estreito da honestidade em prol do benefício de 220 milhões de brasileiros?

    ResponderExcluir
  6. PAIS E FILHOS SÃO IGUAIS EM TODOS OS LUGARES. CADA UM VIVE A SUA MANEIRA, MAS O AMOR DE UM PAI E DE UM FILHO PODE FAZER MUITA DIFERENÇA.

    ResponderExcluir

Nesse exato momento seu comentário está sendo analisado, e caso NÃO possua palavrões será aprovado dentro de alguns minutos..

AGRADECIDO por postar seu comentário!! Você está contribuindo ainda mais para melhorar esse espaço que é de todos!! :-)

Grande abraço em Cristo!!

Anderson Rieper